Fome descontrolada no final de semana

Publicado em 5 de novembro de 2007, segunda-feira.

Você já deve ter ouvido uma história parecida com esta: na luta para perder os quilos extras, uma gordinha corajosa decide tomar providências para emagrecer. Se esforça ao máximo para comer o mínimo do mínimo de segunda a sexta.

Obstinada, chega até a passar fome. Só que no fim de semana, num ataque de ansiedade, devora tudo o que vê pela frente. Doces, massas, molhos, chocolates, sorvetes, churrasco, pizzas, cervejas, refrigerantes... Ela só pára de mastigar quando vai dormir. Na manhã seguinte, levanta arrasada, afinal o peso que conseguiu perder durante a semana foi todo recuperado, senão mais. Desapontada consigo mesma, lembra que é segunda-feira, o dia-internacional-de-começar-a-dieta... De novo! Então, cheia de remorso, nossa amiga diz a si própria: Não adianta, meu destino é ser gorda. É impossível manter a linha do regime no fim de semana!

Se você se reconheceu em algum momento deste conto, melhor ficar atenta. Quem banca o passarinho nos dias úteis e depois se assume como leão, dificilmente vai conseguir perder peso. Esse comportamento de começar a comer no primeiro minuto do sábado e só parar no último segundo do domingo é péssimo.

No fim, a pessoa acaba consumindo muito mais calorias em dois dias do que nos cinco em que seguiu a dieta certinho. Ao abrir a geladeira sem fome, é facil cair em tentação e ingerir calorias desnecessárias. Por exemplo: um inocente quindim (80g) tem 314 calorias.

Apesar de tudo, existe uma boa notícia: do ponto de vista médico, quem perde as rédeas da dieta nos dois dias de descanso não sofre de compulsão alimentar o problema é caracterizado por uma fissura que não pode ser controlada. E, verdade seja dita, vez por outra, impulsionada por uma TPM ou por uma briga com o namorado, muita gente decide conscientemente comer para afogar as mágoas.

A alternativa para satisfazer o desejo, sem interferir demais no regime, é ir à forra gastronômica em apenas uma refeição e manter o equilíbrio nas demais. Claro que esse exagero não deve virar regra.

Envie sua mensagem

Copyright 2015 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.