Atendimento em caso de estado de choque

Publicado em 28 de julho de 2007, sábado.

O Estado de Choque caracteriza-se pela diminuição do fluxo sangüíneo com deficiente oxigenação dos órgãos vitais. Estado de Choque tem como principais causas: hemorragias interna ou externa, fraturas e infecções graves, distúrbios circulatórios, queimaduras extensas, choques elétricos, envenenamentos, permanência por longo tempo em extremos de calor e frio.

Após acidentes, a vitimas podem entrar em estado de choque, em um período de minutos ou horas. Caso não for tratado, o estado de choque pode levar à morte.

A seguir, são apresentadas algumas dicas de primeiros socorros para o atendimento em caso de estado que choque. É importante lembrar que esse atendimento deve ser utilizado para manutenção da vida, evitando o agravamento do seu estado até a chegada do socorro especializado.

1. Deve-se observar se não há nada que possa asfixiar a vítima. Verifique a presença de chicletes, próteses ou secreções na boca da vítima.

2. Tente identificar a causa do Estado de Choque e se possível eliminar a causa. Por exemplo, se constatada uma hemorragia tente estancá-la.

3. Afrouxe roupas para facilitar a ventilação. Após, verifique se não há nada obstruindo as vias aéreas e se a respiração está normal.

4. Mantenha os membros inferiores elevados. OBS: Só execute essa etapa se não houver fratura nos membros inferiores ou suspeita de hemorragias no crânio.

5. Tente manter a vítima aquecida (use cobertos ou outro artifício disponível), controle a temperatura corporal.

6. Se a vítima estiver consciente converse com ela, tenta acalmá-la e controle seu estado até a chegada do socorro médico.

Observações:

- Não dê líquidos a vítima, por estar com seus reflexos diminuídos ela pode se afogar ou até mesmo interferir em caso de necessidade de cirurgia.

- Caso a vítima esteja vomitando sangue existe risco de se asfixiar. Evite isso virando o pescoço da vítima para o lado (só faça isso se não houver possibilidade de lesão da coluna cervical). Caso haja suspeita de lesão cervical, imobilize a vítima improvisando uma maca e vire-a para o lado.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.