Implante dentário é a melhor solução?

Publicado em 8 de julho de 2009, quarta-feira.

Muitas vezes por querermos uma solução rápida acabamos optando pelo caminho mais fácil, mas que no futuro pode não ter um resultado satisfatório. As vezes a opinião do profissional não condiz com a nossa, pois chegamos com a cabeça feita pelas propagandas e pelos casos de sucesso, então como escolher?

O implante tem suas indicações bem precisas, tem alto custo, e para isso deve-se observar a saúde do paciente, idade, estética e quantidade de osso. Às vezes podem ser necessárias cirurgias extras, deve ser sempre avaliada pelo profissional de tempos em tempos e a colaboração e higiene do paciente é fundamental para se obter sucesso.

A Prótese Fixa (Pivot, dente a Pino) tem médio custo e é uma saída quando não se quer passar por cirurgias e se tem bons dentes pilares, pode ser confeccionada em resina ou cerâmica e deve ser sempre avaliada pelo profissional de tempos em tempos. A colaboração e higiene do paciente também são fundamentais para se obter sucesso.

A Prótese Parcial Removível (Ponte) tem médio custo, é bem satisfatória, não precisa de cirurgia, e o paciente consegue se alimentar, falar com maior segurança, repõe os dentes da frente e do fundo da boca. Deve ser trocada a cada 5 anos e a colaboração e higiene do paciente e da prótese são fundamentais.

A Prótese Total (dentadura) não precisa de cirurgia, tem baixo custo, repõe todos os dentes de cima, de baixo ou ambos os arcos e precisa ser trocada a cada 5 anos. Quando bem feita oferece segurança ao paciente para falar e se alimentar e a colaboração e higiene do paciente e da prótese, da mesma forma, são fundamentais.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.