Causas da Calvície

Publicado em 1 de abril de 2008, terça-feira.

A calvície não é uma bobagem. Muitas pessoas convivem bem com ela. Porém, para outras, é muito difícil de aceitar naturalmente a queda de cabelos. Veja algumas de suas principais causas:

Pós-Parto: Quando a mulher está grávida ela perde menos cabelos do que perderia normalmente caso não estivesse nesse período. No entanto, após o parto, muitos fios entram na fase de repouso do ciclo. Em aproximadamente 2 a 3 meses após o parto, algumas mulheres irão notar uma quantidade aumentada de fios em pentes e escovas. Este fato pode perdurar de 1 a 6 meses, mas se resolve na maioria dos casos.

Febre Alta, Infecção Grave e Resfriado Forte: Em um período que varia de 4 semanas a 3 meses após o desenvolvimento desses quadros, pode haver queda de cabelo que, no entanto, se corrige espontaneamente.

Doenças da Tireóide: Tanto o hipotireoidismo quanto o hipertireoidismo podem ser causas de queda de cabelo. Essas alterações da tireóide podem ser diagnosticadas através de exames laboratoriais. O tratamento correto das doenças da tireóide pode corrigir a perda capilar.

Dieta Inadequada em Proteínas: Algumas pessoas que fazem dietas pobres em proteínas ou têm hábitos alimentares anormais podem desenvolver desnutrição protéica. O corpo irá economizar suas proteínas fazendo com que os fios que se encontrem na fase de multiplicação passe para a fase de repouso. Passando 2 ou 3 meses pode haver uma queda maciça dos cabelos. Devido ao enfraquecimento dos pêlos, arrancá-los juntamente com suas raízes torna-se mais fácil. Essa condição pode ser prevenida e revertida com quantidades adequadas de proteínas na dieta.

Medicamentos: Algumas drogas prescritas podem causar queda de cabelo temporariamente em um pequeno grupo de pessoas. Exemplos dessas drogas incluem alguns medicamentos usados nos tratamentos de gota, artrite, depressão, problemas cardíacos, hipertensão arterial e anemia. O excesso de vitamina A também pode levar a queda de cabelos.

Tratamentos de Câncer: alguns tipos de tratamentos para câncer farão com que as células responsáveis pelo crescimento dos cabelos parem de se dividir. Os cabelos começam, então, a ficar mais finos e quebradiços. Isso ocorre de 1 a 3 semanas após o início do tratamento. Pacientes podem perder mais de 90 % dos seus cabelos. Depois de terminado o tratamento, o crescimento capilar se inicia. Alguns pacientes optam pelo uso de perucas antes do término do tratamento.

Pílulas Anticoncepcionais: mulheres que apresentam quedas de cabelos enquanto estão em uso de pílulas anticoncepcionais, geralmente já apresentam uma tendência prévia a terem menor quantidade de cabelos. Se esta queda realmente ocorrer, a usuária deverá consultar seu ginecologista na tentativa de substituir o anticoncepcional usado. Quando a mulher interrompe o uso do anticoncepcional ela poderá perceber que a queda do cabelo inicia-se 2 a 3 meses após esta interrupção podendo permanecer até 6 meses. O fato ocorre à semelhança das mulheres no pós-parto.

Baixo Nível de Ferro no Sangue: A deficiência de ferro pode também levar a queda de cabelo. Algumas pessoas não ingerem ou não absorvem bem o ferro. Mulheres que tem o período menstrual de volume ou duração prolongada, também podem desenvolver esta deficiência. A detecção da redução do ferro no sangue é feita através de exames laboratoriais e pode ser corrigida pelo uso de comprimidos ou medicações que contenham ferro.

Envie sua mensagem

Copyright 2015 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.