Canhotos vivem 9 anos menos que destros

Publicado em 19 de julho de 2009, domingo.

O uso preferencial da mão esquerda tem efeitos colaterais. O canhoto diminui a expectativa de vida em nove anos, segundo estudo publicado pelo The New England Journal of Medicine, uma das mais respeitadas revistas de medicina dos EUA.

Foram estudados 987 casos. Na média os destros vivem 75 anos. Os canhotos, apenas 66. Mas, não são apresentadas razões conclusivas para os canhotos viverem menos do que os destros. São apresentadas como possíveis causas, o maior risco de sofrer acidente. Dentre os casos estudados 7,9% dos canhotos morreram em acidentes. Para os destros o índice foi de somente 1,2%. A pesquisa aponta como exemplo uma natural desvantagem dos canhotos em relação aos destros quando dirigem um automóvel.

Ao enfrentar uma situação inesperada ao volante, o destro logo levantaria mais a mão esquerda do que a direita, para proteger o rosto. Com isto o carro vai mais para a direita. Já com o canhoto, acontece o contrário, portanto o carro vai mais para a esquerda, lugar de onde vem o tráfego em sentido contrário.

Em média, os destros vivem 75 anos e os canhotos 66, segundo a pesquisa. Outros dados também relacionam o canhoto com maior ocorrência de distúrbios no sistema imunológico (sistema de defesa do nosso organismo). Parece haver a possibilidade dos canhotos serem mais sujeitos a doenças neurológicas. Portanto podem morrer mais cedo.

O estudo afirma que o hormônio testosterona é o responsável pelo distúrbio na gestação, pois o hemisfério esquerdo do cérebro, que controla o lado direito do corpo, é mais sensível a esta substância. Assim, caso a mãe produza mais testosterona na gestação, o hemisfério esquerdo do cérebro do bebê, pode ser enfraquecido e o lado direito passaria ao controle. Mas os próprios pesquisadores acham que ainda precisam estudar muito mais os canhotos, considerando um tanto insólitos os resultados até o momento.

Mesmo porque, Chaplin era canhoto e viveu 88 anos e Gandhi, 79, fora muitos outros. Chegamos nós então a conclusão de que: ria muito e faça rirem, como Chaplin e mantenha a paz interior sem deixar de lutar, como Gandhi.

Envie sua mensagem

Copyright 2015 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.