Auto-exame

Publicado em 31 de agosto de 2009, segunda-feira.

O auto-exame é a melhor prevenção para o câncer de mama. Para se obter um diagnóstico precoce é preciso fazer, periodicamente, um auto-exame dez dias após a menstruação. O ideal é realizar o exame mensalmente depois dos 20 anos de idade. Depois de completar 35 anos as mulheres devem intensificar os cuidados com visitas periódicas a um ginecologista ou um mastologista. O exame preventivo feito pelo especialista pode detectar nódulos com até 1 centímetro de diâmetro, além de mudanças na textura da pele, coloração e saída de secreções.

A mamografia é um exame mais preciso na detecção do câncer de mama. É uma radiografia feita dos seios capaz de identificar tumores dois anos antes de ser palpável, por meio da presença de microcalcificação ou nódulos pequenos. Ele deve ser feito anualmente ou pelo menos de dois em dois anos. Os médicos passam a recomendar a mamografia às mulheres entre os 35 e 40 anos. Nos casos de câncer de mama na família recomenda-se a mamografia após os 20 anos de idade, para se ter um controle maior da paciente.

No caso de cirurgia o apoio psicológico é fundamental, principalmente por parte dos familiares. A volta ao trabalho e o relacionamento conjugal são as fases mais difíceis no processo de reintegração ao dia-a-dia. Normalmente a mulher fica com vergonha do próprio corpo e alguns maridos, sem conhecimento, as rejeitam por medo de uma contaminação que não existe.

Dependendo da extensão da mastectomia o movimento do braços pode ser afetado na mulher. Tarefas como carregar peso, operar máquinas e estender roupas no varal se tornam muito difíceis ou até impossíveis. No campo profissional, às vezes, é necessário mudar de função. Por isso, a presença de assistentes sociais e psicólogos no tratamento pós-operatório torna-se fundamental.
1º Workshop Mude pela Atitude
1º Workshop Mude pela Atitude

Envie sua mensagem

Copyright 2015 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.