Anorexia: quando o controle de peso passa a ser um problema

Publicado em 29 de setembro de 2009, terça-feira.

Já ouvimos casos de meninas lindas sendo chamadas de obesas com 51 quilos, foi o caso da modelo Ana Carolina Reston Macan, que acabou morrendo vítima de anorexia.

Com a correria dos tempos de hoje, todos se sentarem a mesa é um fato raro, na maioria das famílias cada um tem seu horário de fazer suas refeições. E é exatamente aí que pode estar o perigo. Principalmente se existem adolescentes em casa, que são muito influenciáveis e críticos, eles estão passando por um período de auto-afirmação e a solidão pode levar esses adolescentes a procurar valores fora de casa.

E o pior é que agora nem precisa ser fora de casa. Geralmente no próprio quarto está o maior vilão. A internet está ali, cheia de coisas maravilhosas que podem agregar muito conhecimento, diversão e interatividade. Mas se cair em certas páginas, está explícito a exaltação a uma beleza distorcida que somada a uma fragilidade de caráter, que está em formação, pode ter como resultado essa doença que pode ser fatal: a anorexia. Até falam que não é uma doença, mas sim um estilo de vida ou uma escolha, dão dietas absurdas, sem comprovação científica e ensinam a ter nojo da comida. Chamam a anorexia de "Ana" e assim podem navegar por estes sites sem despertar suspeitas.

Ah sim! É isto mesmo que você está sentindo neste artigo! A responsabilidade é da família, pai, mãe, irmãos, todos tem que assumir a responsabilidade e cuidar esses sinais: perda de peso muito rápida, comentários estranhos como, por exemplo, que tem nojo de comida, comida é coisa ruim, comida é um veneno. Observe a mesa se o adolescente mastiga e engole a comida. Parece até óbvio, mas não é! Um dos principais conselhos é de levar um copo grande para a mesa, este copo não pode ser transparente, assim a pessoa mastiga a comida, mas não engole, ela cospe de volta no copo. Assim ela não precisa vomitar e está à mesa com todos, não desperta suspeita.

Se observar o problema, procure ajuda, e para perder peso não tem como fugir a regra: boa alimentação e exercícios físicos. Viver tem que ser uma delícia, cheias de experiências e muita alegria. E quando se está de bem com a vida o ponteiro da balança não importa em nada.

Envie sua mensagem

Copyright 2015 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.