Fitoterapia

Publicado em 16 de julho de 2007, segunda-feira.

A palavra fitoterapia vem do grego onde phitos = planta e terapia está relacionada a tratamento. A fitoterapia é um tratamento do organismo através das plantas e ervas medicinais in natura, sem separar os princípios ativos.

História

Ao longo de milhares de anos as plantas já existiam; relatos arqueológicos revelam que os primeiros vegetais surgiram durante a Era Paleozóica evoluindo a partir de algumas espécies de algas primitivas. Sempre tiveram um papel importante entre os homens, tanto na cultura quanto na religião, medicina, estética e alimentação. Em muitos rituais antigos e modernos as plantas são utilizadas através de ingestão, banhos e inalações usando ervas consideradas mágicas. Dessa forma o corpo, mente e espírito se purificam. As bruxas também eram conhecidas pelo seu profundo conhecimento com ervas místicas. Segundo Paracelso (alquimista e médico suíço): "O homem não está na natureza, ele é a natureza".

Aos poucos, o homem através do estudo da Botânica, foi catalogando as espécies pela observação de sua formação (folhas, caule, raízes) e pela sua utilização. No Brasil temos uma variedade riquíssima de ervas e plantas medicinais o que atrai diversos estudiosos de diversas partes do mundo. A nossa natureza é uma farmácia divina. A utilização da fitoterapia no Brasil já faz parte da cultura, como resultado de experiências de gerações passadas que foram transmitidas.

Como Funciona

As plantas e ervas medicinais possuem substâncias que são sintetizadas de acordo com o meio em que vivem, ao longo do seu crescimento e que possuem determinadas ações no nosso organismo. Essas substâncias são conhecidas cientificamente como princípio ativo. Uma curiosidade é que muitas dessas substâncias ou princípios ativos são produzidas pelas plantas para protegê-las; logo podemos concluir que uma planta retirada da mata possui muito mais efeito no organismo do que uma planta criada e cultivada em condições favoráveis ao seu crescimento e proteção.

Vale lembrar que a fitoterapia é uma forma de tratamento natural, porém se mal utilizada pode causar sérios danos ao organismo. Dessa forma, é importante a utilização de uma planta que tenha uma fundamentação científica, ou seja, suas propriedades foram estudadas e comprovadas pela ciência, e que foram validadas para o seu uso medicinal e terapêutico, o que garante a segurança e eficácia no tratamento, garantindo os efeitos esperados.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.