Saiba como controlar a obesidade

Publicado em 15 de junho de 2009, segunda-feira.

A obesidade é uma síndrome, expressão de múltiplas causas que se manifestam por um excesso de massa corporal, por causa do tecido gorduroso. A obesidade é uma doença na qual as reservas naturais de energia armazenadas no tecido adiposo dos humanos e de outros mamíferos aumentam até o ponto onde está associado com certas condições de saúde ou aumento da mortalidade.

Não é sinônimo de excesso, senão, de um maior depósito de gordura. Quando estudamos o grau de acúmulo de gordura, geralmente em clínica, utilizamos os métodos antropométricos, tais como: tamanho, peso, circunferência do tórax, cintura, quadril, dobra da pele do tríceps, bíceps, subescapular, abdominal, coxa e panturrilha.

O peso e o tamanho se consegue com bastante precisão, já que apresentam um coeficiente de variação de 1%. Determinado o peso e o tamanho, se pode por meio da fóruma de Quetelet determinar o índice de massa corporal = I. M. C. Peso (Kgs) Tamanho 2.

A organização mundial da saúde define a obesidade quando o IMC é igual ou maior a 30 k/m2. Forma parte da síndrome metabólica.

É um fator de risco conhecido para doenças crônicas como: doenças cardíacas, diabetes, hipertensão arterial e algumas formas de câncer. É uma doença multifactorial, genética ambiental, psicológica, entre outros. Acumulação excessiva de gordura no corpo, hipertrofia geral do tecido adiposo.

Segundo a origem da obesidade, a mesma se classifica nos seguintes tipos:

Obesidade Exógena: é causada pelo excesso de alimento.

Obesidade Endógena: é causada por alterações metabólicas. Dentro das endógenas, se fala de obesidade endócrina quando está provocada por uma disfunção de alguma glândula endócrina, como as tireóides.

Classificação da obesidade baseada no sobrepeso

- 10% acima do peso ideal - SOBREPESO
- 15% acima do peso ideal - OBESIDADE MODERADA
- 20%por acima do peso ideal - OBESIDADE SEVERA

Com estes critérios é possível reconhecer o paciente, porém falta conhecer qual é a distribuição de gordura. Pela medição dos diâmetros é possível aproximar. Porém com diagnósticos e terapêuticos, é muito útil o estudo tomográfico ou a ressonância magnética com a finalidade de conhecer com certeza se existe tecido gorduroso intraviceral e qual a quantidade e sua distribuição.

Tratamento da obesidade

A enquete dietética é indispensável, tem como finalidade apontar o consumo calórico diário (alimentos ingeridos), sensações e emoções durante a ingestão. Dieta personalizada para cada paciente.

Atividade Física

A atividade física aumenta o gasto calórico. A atividade deve ser baseada em exercícios rítmicos e aeróbicos que possam ser mantidos durante períodos prolongados de tempo, como caminhar, nadar, e o melhor com as camas de exercícios físicos que vão indicando o exercício para obter melhor resultado na aparatologia. Outros tratamentos são: correntes russas, correntes interferênciais, ultrasom, termogênesis, etc.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.