Acupuntura ajuda no emagrecimento?

Publicado em 1 de julho de 2007, domingo.

O ganho de peso pode ser causado por ansiedade, desequilíbrio hormonal, fator genético, erro alimentar, entre outros fatores. A acupuntura pode ajudar no emagrecimento agindo no controle da ansiedade. A acupuntura age na diminuição da fome, ativa o metabolismo e restaura o perfeito funcionamento dos sistemas digestivo, intestinal e urinário.

Um acupunturista pode auxiliar, e muito, o processo de perda de peso e até mesmo no tratamento da obesidade. Contudo, é importante você conversar com o especialista em acupuntura para que o motivo do ganho de peso seja esclarecido.

A acupuntura baseia-se em métodos da medicina tradicional chinesa visando o equilíbrio.
Existem duas principais técnicas de acupuntura: a acupuntura sistêmica (agulhas por todo o corpo) e a aurículoacupuntura (agulhas ou sementes aplicadas na orelha).

A acupuntura sistêmica tem como objetivo tratar pontos do organismo para regularizar o fluxo de energia interna, restabelecendo o seu equilíbrio e funcionamento normais. O tratamento com aurículoacupuntura consiste de 10 sessões. Pode-se repetir estas 10 sessões após um mês de descanso.

Os resultados do uso da acupuntura na ajuda do emagrecimento não são imediatos, exige uma certa dose de paciência e persistência. Os efeitos surgem em médio a longo prazo, caso você esteja esperando um efeito mais rápido, então consulte um endocrinologista.

A Organização Mundial da Saúde considera a acupuntura um método de tratamento complementar, ou seja, é indicado como complemento a uma mudança nos hábitos alimentares, e prática de exercícios físicos.

Para que acupuntura seja benéfica e traga resultados é importante a escolha de um bom acupunturista devidamente credenciado. Você pode ter uma relação dos profissionais habilitados junto ao CRM do seu estado.

Copyright 2017 © Bem de Saúde - Todos os direitos reservados

As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.