Por que as câmaras de bronzeamento foram proibidas?

0
839
câmara de bronzeamento
Cena do filme "Eu sei o que vocês fizeram no verão passado", de 1997.

Como diz aquele pagode clássico dos anos 90, “Tira a calça jeans, bota o fio dental[…]”

Pois é! O verão está aí e, com ele, a urgência de conquistar um bronzeado impecável!

E ainda que pegar um solzinho não seja um problema em um país tropical como o Brasil, muitas pessoas acabam correndo riscos desnecessários.

Saiba mais: Quando não se preocupar com a queda na pressão!

Especialmente aquelas que acabam recorrendo às câmaras de bronzeamento para conquistar a cor mais desejada do verão!

E elas podem ser extremamente polêmicas…

Aliás, tão polêmicas que até mesmo a ANVISA e a OMS já entraram nessa conversa!

Mas antes de falarmos sobre o que levou à proibição das câmaras de bronzeamento, vale entender o que é o bronzeamento e como ele funciona!

Como funciona o bronzeamento da pele?

câmara de bronzeamento
Existem várias formas de se bronzear. Entenda porque a câmara de bronzeamento é a mais perigosa!

Ok, todos sabem que após horas de exposição ao sol nós ficamos bronzeados, ou caso exageremos, queimados.

Mas como exatamente isso funciona?

Bem, para entender o porquê disso tudo – e o que tudo isso tem a ver com as câmaras de bronzeamento -, é preciso que falemos antes da melanina e dos raios ultravioletas!

Basicamente, são eles os principais responsáveis pelo seu bronzeado e têm tudo a ver com as tais câmaras de bronzeamento!

Saiba mais: 10 mandamentos da beleza para adotar hoje mesmo!

     1. Quanto mais melanina melhor!

bronzeamento artificial é prejudicial
A melanina é o que determina a cor da sua pele, cabelos e olhos!

Com certeza você já ouviu falar dela antes!

Isso porque ela é o pigmento responsável pela cor da sua pele, dos seus cabelos e dos seus olhos. Mas, embora a cor da pele seja um tema controverso, ela vai muito além da parte estética ou social!

Para além de toda polêmica, a melanina desempenha um papel importantíssimo na sobrevivência animal: a de proteção. Ela é a responsável por nos proteger dos raios ultravioletas, que podem danificar o nosso DNA e outras células.

A melanina é produzida por células específicas chamadas melanócitos, que se localizam na sua epiderme. Esses melanócitos produzem 2 formas diferentes de melanina:

  1. Eumelanina: mais comumente produzida em quem têm a pele mais escura.
  2. Feomelanina: mais comumente produzida em quem têm a pele mais clara.

Você pode gostar: Você já ouviu falar da Moringa Oleífera? 3 curiosidades incríveis!

Geneticamente falando, todos os seres humanos têm basicamente a mesma quantidade de melanócitos. Porém, existem alguns fatores que podem afetar a produção de melanina. Dá só uma olhada:

  • Predefinições genéticas
  • Tamanho dos melanócitos
  • Doenças de pele
  • Exposição aos raios UV

Quando você se expõe por muito tempo ao sol, as células das camadas mais superficiais da pele começam a trabalhar loucamente para proteger as camadas mais profundas do calor e da queimadura dos raios ultravioletas.

Em outras palavras, elas começam a produzir mais melanina, que é a única capaz de absorver os raios ultravioletas. Esse aumento na produção de melanina torna a sua pele mais bronzeada, ou em alguns casos, mais vermelha!

Por isso, vale a pena entender também o que são os tais raios ultravioletas!

Você pode gostar: 6 Tratamentos incríveis contra a acne!

    2. O perigo dos raios solares

câmara de bronzeamento
O sol é a principal fonte dos raios ultravioletas, também chamados de raios UV!

A principal fonte natural de emissão de raios ultravioleta é o sol. Isso não quer dizer que o sol seja seu inimigo. Até porque, todos os seres vivos precisam da luz solar para viver!

É a partir da exposição ao sol que conseguimos a vitamina D, indispensável para a absorção do cálcio. Além disso, a exposição aos raios ultravioletas causa o aumento da produção de melanina, que escurece a pele e é capaz de produzir o desejado bronzeado!

Porém, o feitiço pode se virar contra o feiticeiro se essa exposição for exagerada – o que é o caso das câmaras de bronzeamento. Isso porque os raios ultravioletas podem causar o câncer de pele e de outros problemas dermatológicos!

Aliás, os raios solares se dividem basicamente em 3 tipos: UVA, UVB e UVC.

  • Raios UVA:  São os responsáveis por garantir o bronzeado na pele, quando esta é exposta moderadamente ao sol.
  • Raios UVB: Queimam a pele e são os responsáveis por aquele vermelhidão depois que ficamos expostos ao sol sem proteção, por exemplo.
  • Raios UVC: Altamente perigoso para os seres humanos, tanto que são absorvidos pela camada de ozônio, o que impede que chegue até nós.

Mas o que isso tem a ver com as câmaras de bronzeamento?

Você pode gostar: 8 dicas para emagrecer com responsabilidade!

Como a funciona a Câmara de Bronzeamento?

câmaras de bronzeamento
O uso de câmaras de bronzeamento pode causar câncer de pele, envelhecimento precoce e queimaduras graves!

Lembra que comentamos que a luz solar favorece a produção de melanina como forma de proteger as células dos raios solares?

Pois a câmara de bronzeamento faz exatamente a mesma coisa!

Só que para que isso aconteça, são colocadas lâmpadas especiais que simulam os raios solares do tipo UVA e UVB. Em uma câmara de bronzeamento, eles são os responsáveis por estimular artificialmente a produção de melanina.

No caso das câmaras de bronzeamento artificial, existe uma porcentagem “ideal” que, em teoria, ameniza os riscos do surgimento de doenças como o câncer.

Saiba mais: Homem pode ter câncer de mama sim!

Por exemplo, a porcentagem de raios do tipo UVB é menor do que os raios UVA, que neste caso, representa 95%. Por isso, em teoria, você ficaria apenas bronzeada sem passar pelo vermelhidão, que é causado pelos raios do tipo UVB.

Só que o que a princípio parece algo bom pode se tornar um grande problema. Isso porque os raios UVA estão presentes nas câmaras de bronzeamento em doses mais altas do que a radiação solar.

Mas essa é ainda só a ponta do iceberg!

Você pode gostar: Como reconhecer os sintomas da impotência sexual!

Por que as Câmaras de Bronzeamento foram proibidas?

câmaras de bronzeamento
Embora sejam proibidas pela ANVISA, ainda existem muitas clínicas que oferecem esse tipo de bronzeamento artificial

Após diversos estudos, chegou-se à conclusão de que há mais riscos que benefícios de uso dessa tecnologia. Os estudos concluíram que não se estabeleceram níveis seguros de exposição aos raios UVA e UVB nas câmaras de bronzeamento.

Por exemplo, um documento publicado pela Organização Mundial de Saúde em 2003 constatou que, em muitos casos, a porcentagem de raios UVB nas câmaras de bronzeamento é maior do que a anunciada.

Só que, a própria radiação UVA pode ser muito perigosa!

A dermatologista Selma Cernea, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica o que acontece.

A radiação UVA tem um comprimento de onda maior e, portanto, penetra mais profundamente na pele. Isso leva, inevitavelmente, ao desenvolvimento de câncer e outros problemas dermatológicos.

Aliás, o câncer de pele é a forma mais comum de câncer, especialmente entre as populações que tem a pele mais clara. A incidência do melanoma, o tipo de câncer de pele menos comum e mais letal aumentou muito nos últimos anos.

Na verdade, desde 2012 houve mais de 230.000 novos casos de melanoma no mundo, causando mais de 55 mil mortes!

Saiba mais: 3 maneiras de fazer o autoexame das mamas!

E o que antes eram apenas suspeitas se confirmaram como uma certeza. Isso porque, ainda que o sol seja a principal fonte de emissão de raios UV, nos últimos 30 anos houve um aumento no uso das câmaras de bronzeamento.

Nos anos de 2008 e 2009, órgãos de pesquisa vinculados a OMS, confirmaram que as câmaras de bronzeamento são a causa concreta de tumores de pele.

No Brasil, quem oficializou a proibição das câmaras de bronzeamento para fins estéticos foi a ANVISA, em consonância com a decisão da OMS. Por essa razão, desde 2009 nenhuma clínica pode realizar o bronzeamento em câmaras de bronzeamento artificial.

Existem alternativas seguras de bronzeamento?

câmara de bronzeamento
Existem muitas alternativas de bronzeamento artificial para aquelas pessoas que não podem ir à praia!

Nem tudo está perdido caso você ainda deseje conseguir aquele tom dourado de praia! Ainda existem meios artificiais e seguros de conseguir aquela cor maravilhosa!

Você pode gostar: Moringa Oleífera retarda o envelhecimento: Mito ou verdade?

Existem diversas opções mais seguras para quem quer conseguir a cor do verão. Estas são algumas delas:

  • Alimentação: Alguns alimentos não bronzeiam mais rápido como se pensa. Eles são ricos em caroteno, que se deposita na pele, estimulando e prolongando o bronzeamento. Então, bora encher o prato de cenoura, beterraba, mamão e cáqui!
  • Autobronzeadores: Não oferecem risco a pele, a menos que você tenha alguma alergia a algum componente da fórmula. O único cuidado é que você o espalhe por igual em todo corpo.
  • Bronzeamento à jato: Também é possível alcançar aquela cor com o bronzeamento à jato. Nesse caso, outra pessoa aplica com a ajuda de um spray. Depois disso, é só esperar secar e ficar linda!
  • Pílulas de bronzeamento: São à base de aminoácidos que estimulam a produção de melanina quando a pessoa se expõe ao sol, ou seja, em menor tempo se alcança a cor desejada. Elas garantem um bronzeamento bonito e seguro desde que o uso não seja abusivo!

Mas não se engane! Se a saúde não está em dia de nada adianta uma cor esplêndida! Tome sol regularmente e se proteja que a estação só está começando!

Você já pensou em fazer bronzeamento artificial ou conhece alguém que faz? Compartilhe esse artigo!

E-book Artrite Reumatóide 468x60px

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here