Dieta para Gestante: como manter o peso na gestação

0
1023
dieta para gestante
Como em qualquer fase da vida, cuidar da alimentação nesta fase é extremamente importante!

Uma alimentação adequada evita riscos e gera menos complicações durante a gestação e o parto!

Afinal de contas, mulheres que se alimentam de maneira adequada dão luz à bebês maiores e mais saudáveis.  

Ou seja, uma dieta balanceada é um dos elementos mais importantes para assegurar o futuro da mãe e do bebê!

Entretanto, uma grande preocupação de muitas mulheres é sobre o peso. Afinal de contas, é possível consumir a quantidade de energia necessária para a saúde do bebê e manter o peso na gestação?

Sim, isso é possível, minhas amigas!

Por isso, hoje nós vamos falar sobre uma dieta para gestante que ajudará você a manter o peso e o seu bebê saudável!

Saiba mais: 5 dicas de alimentação para uma boa alimentação!

Por que é difícil manter o peso na gestação?

manter o peso durante a gestação
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, “comer por dois” pode ser tão prejudicial quanto comer de menos!

Simples: porque seu corpo está gerando uma nova vida!

Aliás, é preciso ter em mente que o seu peso aumentará obrigatoriamente durante uma gestação. Na verdade, se o seu peso se mantiver igual, esse será um motivo de preocupação!

Em geral, as mulheres que estão no seu peso ideal podem ganhar entre 11 e 15 quilos durante a gestação. E se for uma gravidez dupla (olá, gêmeos!), pode ser cerca de 4,5 kg a mais.

Você pode gostar: Conheça os 2 tipos de gêmeos!

Porém, se a mãe estiver abaixo do peso quando ficar grávida, um aumento de 12 a 18 kg é o indicado.

E caso ela esteja acima do peso, esse aumento deve ser de 7 a 12 kg. O peso deve aumentar gradativamente. No final do terceiro mês, deve ser esperado um ganho de 1 a 2 kg.

Nos meses subsequentes, o ganho deve ser de aproximadamente 450 gramas por semana.

Estudos comprovaram que mulheres que ganham muito mais (ou muito menos) do que o recomendado podem ter mais problemas durante a gestação.

Vale afirmar que isso não quer dizer que o seu bebê pese 11 kg! Na verdade, esse número representa o peso do feto e das órgãos que suportam o desenvolvimento dele.

Além disso, o volume sanguíneo aumenta em 50% ou mais e as mamas também crescem.

O organismo ainda constrói reservas para sustentar o crescimento rápido do bebê e para proporcionar energia para o trabalho de parto e amamentação.

Por essa razão, é tão difícil manter o peso na gestação!

Saiba mais: O que é o efeito sanfona e como evitá-lo!

Dieta para gestante: seguro ou perigoso?

Para começar, qualquer dieta radical é perigosa. Mais ainda se for durante a gravidez!

Mas isso não quer dizer necessariamente que você precisa “comer por dois“, como muitas pessoas acreditam.

Na verdade, mais importante que aumentar a quantidade de alimento ingerido, é melhorar a qualidade da sua alimentação!

Por essa razão, é extremamente importante saber o que comer ou não durante a gestação!

Saiba mais: 3 maneiras de consumir Moringa que você precisa conhecer!

A melhor dieta para gestante

dieta para gestante Como em qualquer fase da vida, cuidar da alimentação nesta fase é extremamente importante!

A melhor dieta para as gestantes é aquela que mantém todos os nutrientes para a formação do bebê.

Alguns dos nutrientes essenciais são os seguintes:

     1. Ferro

Ajuda na prevenção de anemia da mamãe e do bebê.

  • Você pode encontrar em: Carnes vermelhas e brócolis.
     2. Cálcio

O Cálcio ajuda na formação dos dentes e ossos do bebê. Além disso, ajuda na produção de leite da mãe.

  • Você pode encontrar em: Leite e derivados.
     3. Zinco

Este importante nutriente auxilia no desenvolvimento do metabolismo de carboidratos, lipídios, proteínas e ácidos nucleicos. Porém, além disso, o zinco também é importante no desenvolvimento genético e imunológico do bebê.

  • Você pode encontrar em: Frutos do mar, cereais integrais e carnes magras. 
     4. Fibras

As fibras são extremamente importantes para o bom funcionamento do intestino. Entretanto, vale lembrar que o consumo em excesso pode prejudicar a absorção de outros nutrientes.

  • Você pode encontrar em: Cereais, trigo e vegetais folhosos. 

Saiba mais: Top 10 principais fontes de fibras!

     5. Vitamina C

Esta vitamina desempenha um importante papel no desenvolvimento do bebê, já que é responsável pela construção do sistema imunológico. Além disso, também auxilia na absorção do ferro!

  • Você pode encontrar em: Laranja, acerola e frutas cítricas.
     6. Vitamina A

A vitamina A ajuda na formação dos dentes, ossos e cabelos, além de auxiliar na coagulação do sangue. 

  • Você pode encontrar em: Cenoura, beterraba, fígado. 
     7. Vitamina D

Esta vitamina é essencial para a absorção de cálcio no organismo. Além disso, é essencial para a regulação do sistema ósseo do bebê.

  • Você pode encontrar em: Atum,  frutos do mar e gema de ovo.
     8. Vitamina B

Na verdade, aqui estão inclusas todas as vitaminas do complexo B. Elas ajudam, por exemplo, na produção de células do sistema nervoso e na formação do sangue do bebê. Além disso, também ajuda a prevenir náuseas.

  • Você pode encontrar em: Leguminosas, hortaliças, ovos e leite. 
     9.Vitamina K

Esta vitamina contribui para a saúde do sangue e dos ossos. Outro fato interessante é que esta vitamina é excelente para bebês, especialmente os que nascem prematuros. Isso porque ajudam a prevenir a hemorragia espontânea. 

  • Você pode encontrar em: Leguminosas como o agrião e a couve-flor. 
     10. Proteínas

As proteínas são extremamente importantes para  o sistema imunológico da criança. Além disso, ajuda na construção do sistema nervoso central. 

  • Você pode encontrar em: Carnes vermelhas, bife de fígado.
     11. Ácido Fólico

Também é muito importante para o desenvolvimento do sistema nervoso central do bebê. Entretanto, como muitas mães não consomem a quantidade adequada de ácido fólico

  • Você pode encontrar em: Vegetais verde escuros, como brócolis, couve e espinafre. 

Confira outras dicas abaixo!

Saiba mais: O que é a Moringa Oleífera: 3 coisas que você precisa saber!

Mais dicas para as mamães!

  • Procure consumir folhas cruas em forma de saladas, temperadas com limão.
  • Evitar excessos de gorduras e açúcares.
  • Consumir ao menos uma vez ao dia grãos de feijão, lentilha, grão de bico ou ervilhas.
  • Consumir 4 tipos de frutas ao longo do dia, em forma de suco ou ao natural.
  • Ingerir pelo menos 1 litro e meio de água durante o dia.
  • Comer devagar, mastigar bem os alimentos.
  • Fracionar a dieta, fazendo no mínimo 5 refeições diárias em horários regulares.
  • Aumentar a ingestão de fibras através do uso de cascas, bagaços, sementes de frutas e verduras cruas.
  • Consumir bastante líquido ao longo do dia, entretanto, deve-se evitar o consumo de líquidos durante as refeições que tiverem um maior volume de alimentos.
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas ou mesmo de café, pois afetam o desenvolvimento do feto. 
  • Evite os excessos que são predisponentes à formação de gases, como grãos, repolho, couve flor, refrigerantes.
  • Não sentar ou deitar logo após as refeições.

Com essas dicas, seguir uma dieta para gestante e manter o peso na gestação será muito fácil!

E-book Artrite Reumatóide 468x60px

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here