Conheça 9 propriedades terapêuticas do gengibre

0
1026
propriedades terapêuticas do gengibre

Desde a antiguidade o gengibre é um dos métodos mais populares para combater as mais diversas doenças.

Por ser um ingrediente barato e saudável, o chá, feito com pedaços do rizoma fresco em água, é usado para curar dores, gripes, resfriados, tosse, e até ressaca!

E o melhor é que, atualmente, muitas pesquisas científicas estão comprovando as diversas propriedades terapêuticas do gengibre!

Em outro artigo nós falamos sobre os inúmeros benefícios do uso da babosa. No artigo de hoje, nós vamos conhecer um pouco mais sobre as propriedades terapêuticas do gengibre!

Saiba mais: Conheça os inúmeros benefícios da Babosa!

Gengibre: que planta é essa?

gengibre é uma planta herbácea da família das Zingiberaceae e originária da Ásia, de onde se espalhou para o mundo.

No Brasil, ele é cultivado principalmente na faixa litorânea de São Paulo, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina. Isso se deve às condições de clima e de solo dessas regiões, que são mais adequadas para o crescimento da planta.

Na verdade, e em condições ideais, ele pode atingir mais de 1 metro de altura! As folhas são verde-escuras e nascem a partir de um caule duro, grosso e subterrâneo, e flores amarelo-claro.

Apesar disso, é sobre o rizoma – caule que cresce horizontalmente, geralmente subterrâneo – que vamos falar! Isso porque é nele que se concentra a maior quantidade de propriedades terapêuticas e anti-inflamatórias do gengibre!

Você pode gostar: Planta, alimento ou remédio: o que é a Moringa Oleífera?

9 Propriedades terapêuticas do gengibre

consumo regular de gengibre
A maior quantidade de propriedades terapêuticas do gengibre se encontra no rizoma!

Devido a grande quantia de propriedades terapêuticas que possui, o gengibre é referido por pesquisadores como “medicamento universal”. Alguns dos principais nutrientes são o magnésio, o potássio, o folato, o cálcio e a vitamina B6.

Entretanto, dentre todas as substâncias ativas encontradas no gengibre, o gingerol é o que merece maior destaque!

Saiba mais: Fitoterapia não é o mesmo que medicamento fitoterápico!

Ele é responsável pelo sabor forte característico do gengibre e que o transforma em um tempero muito usado na culinária oriental!

Mas o que torna o gingerol tão especial é o fato dele ser responsável por várias das propriedades terapêuticas do gengibre. Tanto é assim que, recentemente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu oficialmente a ação terapêutica dessa planta sobre o sistema digestivo!

Mas não para por aí! Dá só uma olhada nessas 9 propriedades terapêuticas do gengibre!

1. Auxilia o sistema digestivo

Devido às várias propriedades terapêuticas do gengibre e à quantidade de fibras encontradas, ele ajuda a regular o sistema digestivo.

Isso é ótimo porque o gengibre auxilia, por exemplo, a digerir alimentos mais gordurosos, o que melhora o funcionamento do seu corpo como um todo!

Você pode gostar: 10 fontes de fibras para você ajudar seu corpo!

2. Ação anti-inflamatória

Há séculos o gengibre é utilizado para aliviar os processos inflamatórios do organismo. Os principais responsáveis por isso são os gingeróis – que falamos há pouco -, que são os principais ativos do rizoma.

Portanto, portadores de doenças crônicas como osteoartrite e artrite reumatoide podem ter uma melhora na mobilidade com o consumo regular do gengibre!

Saiba mais: Tratamento natural contra a Artrite Reumatoide!

3. Auxilia no emagrecimento 

Além de ajudar a regular o sistema digestivo, o gengibre também auxilia no emagrecimento saudável. Isso porque ele é um alimento termogênico, ou seja, que aumenta a temperatura corporal.

Essa ação acaba acelerando o metabolismo como um todo e, como consequência, promove a maior excreção de toxinas pelo organismo e a queima de gordura. Também é considerado um ótimo inibidor de apetite, uma vez que dá a sensação de saciedade!

Saiba mais: Como perder peso definitivamente com essas 5 dicas!

4. Antidepressivo natural

Outro aspecto importante é que o gengibre suprime a produção do hormônio cortisol no organismo. Este é mais conhecido como o hormônio do estresse.

Pessoas que tem altos níveis de cortisol no organismo tendem a ser mais estressadas e estão mais propensas a desenvolver quadros de ansiedade e depressão. Porém, o consumo regular de gengibre pode ajudar a regular os níveis desse hormônio no organismo!

Saiba mais: 10 dicas para acordar mais feliz!

5. Ajuda a tratar gripes e resfriados

Por ter uma ação anti-inflamatória, o gengibre é muito utilizado no tratamento de resfriados e gripes, bem como da dor de garganta. O chá feito com o rizoma do gengibre pode ser ótimo para descongestionar a garganta e o nariz, por exemplo!

Além disso, e devido às suas propriedades anti-histamínicas, o gengibre também pode ser utilizado no tratamento de alergias do trato respiratório. Isso porque ele inibe a contração das vias aéreas e estimula a secreção do muco.

6. Combate a dor

De acordo com uma pesquisa publicada no The Journal of Pain, o consumo diário de gengibre pode ajudar a aliviar a dor muscular, especialmente após a prática de exercícios físicos.

No Japão, massagens com óleo de gengibre são tratamentos tradicionais e famosos para problemas de coluna e articulações. Além disso, pode ajuda a combater dores de cabeça e, no caso das mulheres, as dores provocadas pela cólica menstrual.

Saiba mais: 5 razões porque a Moringa é A MELHOR aliada no tratamento da dor!

7. Combate o enjoo

Estudos comprovam que o gengibre é um excelente remédio para enjoo ou náuseas. Diferentemente das outras drogas, não provoca efeitos colaterais, nem sonolência, já que ele não atua no sistema nervoso. 

Segundo outro estudo, o consumo de gengibre reduz significativamente a gravidade e quantidade de vômitos em mulheres grávidas. Além disso, ajuda a combater os enjoos causados pela quimioterapia, por exemplo!

8. Ação antibacteriana

Uma outra pesquisa, dessa vez publicada no National Institute of Health, revelou outra propriedade terapêutica do gengibre!

De acordo com a pesquisa, o extrato de gengibre ajuda a inibir o crescimento e proliferação da bactéria Helicobacter pylori. Ela é considerada a principal causadora de doenças como a úlcera péptica, a dispepsia, o câncer gástrico e de cólon. Porém, o consumo regular de gengibre pode ajudar na prevenção dessas doenças!

9. Afrodisíaco

Embora ainda não tenham sido comprovadas as propriedades afrodisíacas do gengibre, ele é utilizado há muitos séculos como um poderoso afrodisíaco natural!

Portanto, o consumo regular de chá ou de receitas que levem gengibre no preparo podem possuir propriedades estimulantes e excitantes que podem melhorar o desejo sexual!

Saiba mais: O que você PRECISA saber sobre os alimentos afrodisíacos!

Como usar o gengibre?

Existem diversas formas de consumir o gengibre. Por exemplo, é possível consumi-lo cru, em conserva, em uma infusão (chá) ou o óleo extraído do rizoma.

Além disso, seu pó pode ainda ser usado na culinária, em bebidas e alimentos! Dê só uma olhada em algumas formas de preparo!

Chás: O preparo consiste em deixar raízes, cascas ou talos de molho por cerca de 30 minutos. Após esse período, acrescente água e leve a água com gengibre ao fogo por mais 30 minutos. Depois é só coar e beber!

Na panela:  Pode ser encontrado desidratado, fresco, em conserva ou cristalizado. Desta forma, pode ser utilizado para preparar ótimos doces e salgados! Mas um aviso: tome cuidado na dose! Além de ter um gosto muito forte, quando excesso o gengibre pode fazer mal!

Sucos: É uma delícia, especialmente no verão! E para ficar ainda mais saboroso, você pode bater o gengibre com abacaxi e hortelã no liquidificador!

Pedaços: Esta é a forma mais popular! Para aliviar a rouquidão e as irritações na garganta, você pode mastigar lascas de gengibre ou mesmo chupar uma bala à base de gengibre. Mas cuidado, pois ela apenas ajuda a mascarar a dor, mas não necessariamente atua na cura da dor de garganta!

Vale lembrar que, assim como qualquer outro alimento, o consumo de gengibre em excesso também pode ser prejudicial! Por isso, não abuse da cura!

Você conhece alguma outra propriedade do gengibre? Compartilhe com a gente aqui embaixo!

E-book Disfunção Erétil 468x60px

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here