Primeiros Socorros em caso de parada cardiorrespiratória

0
499
parada cardiorrespiratória

O atendimento em caso de parada cardiorrespiratória tem como principal objetivo o suporte básico de vida.

Em outras palavras, manter a vítima respirando e com o coração proporcionando o bombeamento do sangue para os diversos sistemas do corpo humano, durante o tempo que se espera por atendimento médico.

Mas o que mais você pode fazer?

O que é a Parada Cardiorrespiratória?

Primeiramente, não é o mesmo que ataque cardíaco!

A parada cardiorrespiratória acontece a partir do momento em que o coração para de funcionar e a vítima para de respirar. Ou seja, não apenas o coração da vítima para, diferentemente de um caso de ataque cardíaco. 

Quando isso acontece, é necessário fazer massagem cardíaca, de modo que force o coração a bater novamente.

Quais os sintomas?

Os principais sintomas são estes:

  • falta de ar
  • dor no peito
  • suor frio
  • visão embaçada
  • perda da consciência
  • desmaio

Saiba mais: O que fazer em caso de desmaio?

O que causa a parada cardiorrespiratória?

Podem ser várias as causas que levem a uma parada cardiorrespiratória. Porém, na maioria das vezes elas estão ligadas a problemas cardíacos.

Porém, outras causas possíveis são hemorragias, acidentes, problemas neurológicos, falta ou excesso de açúcar no sangue ou infecções generalizadas.

Elas podem acontecer quando a pessoa está aparentemente saudável ou quando já está no hospital. Por isso, embora ela aconteça com maior frequência com pessoas de mais idade, ela pode também atingir crianças e jovens.

O que fazer?

A primeira coisa que se deve fazer é ligar para o número de emergência, 192.

Porém, enquanto o atendimento não chega, veja o que você pode fazer para ajudar em caso de parada cardiorrespiratória:

  1. Deite a vítima em uma superfície dura com a barriga para cima.
  2. Incline a cabeça da vítima e tracione o queixo para trás. A extensão da cabeça, permite a elevação da mandíbula permitindo que o ar passe livremente.
  3. Para fazer a massagem cardíaca: Pressione o osso esterno, que fica mais ou menos no meio do peito. Para isso, as mãos devem ser sobrepostas, dedos entrelaçados e somente uma das mãos em contato com o corpo da vítima.
  4. As compressões fazem com que o sangue circule, substituindo assim o trabalho que seria feito pelo coração.
  5. Para fazer os movimentos respiratórios: Puxe bastante ar, cole a sua boca na boca da vítima e insufle até que haja elevação do tórax.
  6. As narinas da vítima devem ser fechadas com os dedos polegar e indicador, para evitar a saída do ar que está sendo insuflado.
  7. Não pare a ressuscitação! Mantenha o ritmo até a chegada do socorro ou até a recuperação dos movimentos cardíacos e respiratórios espontâneos.
  8. Caso haja uma pessoa socorrendo a vítima, deve-se fazer dois movimentos respiratórios após quinze compressões cardíacas, verificando o pulso a cada quatro ciclos.

IMPORTANTE

Caso a vítima seja um bebê ou uma criança, a massagem deverá ser feita com os dedos indicador e médio, de modo a não machucar a vítima.

Pesquisas comprovam que pacientes que receberam a ressuscitação cardiorrespiratória, ao sofrerem uma parada cardiorrespiratória, possuem uma maior taxa de sobrevivência.

Isso acontece porque este primeiro atendimento garante a manutenção da respiração e circulação da vítima até o atendimento médico, que deve ser feito com urgência!

Saiba mais: O que fazer em caso de convulsão?

Conhece outras dicas que podem ser úteis em casos de parada cardiorrespiratória? Compartilhe com a gente aqui embaixo!

E-book Artrite Reumatóide 468x60px

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here