Quando não se preocupar com a queda de pressão

0
861
pressão baixa queda de pressão

Por definição, a pressão baixa – também chamada de hipotensão arterial – ocorre no momento em que a pressão atinge um valor inferior ou igual a 9 por 6 (90 mmHg x 60 mmHg).

Ao contrário da hipertensão, essa queda de pressão não necessariamente é uma doença, embora os sintomas possam ser muito incômodos!

Para algumas pessoas, a queda de pressão pode ser algo pequeno, até mesmo desejável. Entretanto, para outras, especialmente diabéticos e pessoas idosas, ela pode ser motivo de preocupação!

Veja agora algumas situações nas quais você não precisa se preocupar com isso!

Saiba mais:  Colocar sal embaixo da língua ajuda em casos de pressão baixa?

Sintomas da queda de pressão

Essa questão pode ser um tanto quanto confusa! Isso porque muitas pessoas não apresentam sinais claros. Além disso, a queda na pressão pode ser o indicativo de outros problemas de saúde.

Entretanto, de uma maneira geral, os sintomas de uma queda de pressão costumam incluir:

  • Sono
  • Tontura
  • Visão turva
  • Dor de cabeça
  • Sensação de fraqueza muscular

Saiba mais: Moringa Oleífera retarda o envelhecimento: Mito ou Verdade?

Vale lembrar que esses são sintomas gerais e muito abrangentes e podem indicar outras coisas, como uma baixa na glicose, por exemplo.

Entretanto, algumas das causas podem incluir, por exemplo, calor excessivo, ficar muito tempo em pé, ou desidratação. Outras causas comuns da queda de pressão podem incluir o uso de remédios laxantes, anti-hipertensivos e remédios para emagrecimento.

Portanto, sentir sono ou visão turva ou fraqueza não necessariamente significa que você sofra de algum problema crônico de pressão baixa!

Entretanto, se for muito intensa e se são for tratada, em casos mais extremos pode levar a um AVC (acidente vascular cerebral). É o caso, especialmente, de pessoas idosas e que sofrem de doenças cardiovasculares!

Porém, nem tudo é o que parece e por isso, vale a pena saber quando não se preocupar com o surgimento desses sintomas!

Você pode gostar:  6 sinais que você tem Artrite Reumatoide!

Por trás da queda de pressão

Embora qualquer alteração no nosso corpo e saúde seja digna de investigação, algumas vezes o problema não é tão grave quanto parecia à primeira vista!

É o caso, por exemplo, da queda de pressão!

1. A pressão cai em lugares quentes?

Segundo especialistas, se trata de uma lenda o fato de achar que em regiões quentes, a pressão irá necessariamente a baixar.

Em muitos casos, essa sensação desconfortável é apenas um esforço do corpo para se adequar a uma nova condição do ambiente, por exemplo.

Entretanto, vale alertar que calor excessivo pode, sim, prejudicar a sua saúde, um fenômeno chamado de hipertermia. Eis o que acontece: quando você sente calor, seu corpo pede líquido, as veias dilatam e a pressão sanguínea diminui.

Isso pode levar aos sintomas clássicos da queda da pressão: tontura, visão embaçada e dor de cabeça. Por isso, em lugares muito quentes, hidrate-se e procure ficar o máximo possível em um local fresco e arejado.

Saiba mais:  Testosterona baixa pode ser um problema na saúde dos homens!

2. A pressão cai quando nos movimentamos?

Outra condição que pode desencadear a sensação de uma breve queda de pressão é quando a posição do corpo é alterada bruscamente. O movimento altera inesperadamente a circulação do sangue.

Por exemplo, quando se está dormindo e se acorda muito rápido, o nosso corpo diminui bruscamente a quantidade de sangue direcionada ao coração e ao cérebro. O organismo, em uma tentativa de amenizar esse fluxo de sangue, contrai e dilata os vasos.

Daí vem a sensação de tontura e de visão turva!

Além disso, a prática intensa de exercício físico e a produção excessiva de suor também podem ser uma das causas da pressão baixa. Eles fazem com que a quantidade de sangue diminua, provocada pela desidratação, e cause o mal-estar.

Saiba mais:  10 benefícios da musculação para a sua saúde!

3. Ansiedade causa queda na pressão?

Sim! Mas como nos casos anteriores, não é motivo para grandes preocupações.

O que acontece nesse caso é que, a ansiedade excessiva faz com que a pessoa respire mais rápida e profundamente. Isso causa uma baixa nos níveis de gás carbônico no sangue, o que causa tontura e fraqueza.

Na maioria das vezes são as mulheres que mais sofrem com essa sensação desagradável. Mas estudos explicam que se trata mais de um sintoma emocional, ou seja, ansiedade e nervosismo, do que propriamente físico.

Saiba mais:  5 mitos sobre a TPM que você precisa conhecer!

Que relação tem com o desmaio?

Apesar de a hipotensão (pressão baixa) com freqüência causar desmaios, alguns sintomas comuns na dia-a-dia – como tontura, escurecimento da visão e fraqueza -, nem sempre têm relação com a queda de pressão.

Adulterações neurológicas e cardíacas, inclusive as psiquiátricas, podem se revelar primeiramente por meio de desmaios.

Saiba mais: Primeiros socorros em caso de desmaio!

Alguns distúrbios como derrames e até mesmo uma parada cardíaca podem originar a perda repentina da consciência. Por isso, sempre que houver uma agregação do desmaio com outros indícios, o médico deve ser consultado.

Uma dica importante para as pessoas que possuem casos de pressão baixa, é que não estão livres de sofrer com a pressão alta (hipertensão) mais futuramente.

Então, tome cuidado ao ficar tentando solucionar a questão de pressão baixa com o sal!

Você pode gostar:  Como identificar os sintomas da Impotência Sexual?

Você curtiu este artigo? Deixe seu comentário aqui embaixo pra gente!

E-book Artrite Reumatóide 468x60px

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here