Entenda a diferença entre a Trombose e a Embolia

0
2875
trombose

Embora os termos ‘trombose’ e ‘embolia’ pareçam dois nomes diferentes para a mesma coisa, não são!

Na verdade, existem algumas diferenças entre os dois termos. Que tal conhecer elas?

O que é a Trombose?

A trombose acontece quando há a formação coágulos sanguíneos no interior das veias ou das artérias. Esse coágulo é capaz de bloquear o fluxo de sangue, o que pode causar dor e inchaço na região.

Ela se divide basicamente em dois tipos:

  1. Trombose Venosa Profunda: acontece quando há a formação de um trombo, ou coágulo sanguíneo, no interior dos vasos sanguíneos.
  2. Trombose Arterial: diferentemente da anterior, é quando o trombo se forma no interior das artérias.

Pode acontecer em qualquer parte do corpo, como nas veias grandes das pernas e das coxas. Porém, quanto mais próximo do coração, maior o risco de complicações.

As causas para o surgimento de um coágulo podem ser várias, tais como lesões traumáticas, alteração nos mecanismos de coagulação ou circulação, feridas ou imobilização no leito.

Além destas, também o uso inadequado de anticoncepcionais, lesões na parede dos vasos sanguíneos podem causar a trombose.

Alguns dos sintomas mais comuns são:

  • Calor na região afetada
  • Pele avermelhada ou azulada
  • Inchaço
  • Dor

Porém, afinal, qual a diferença entra a trombose e a embolia?

O que é a Embolia?

Quando os trombos se desprendem de seu ponto de fixação e são arrastados pela corrente circulatória recebem o nome de êmbolos.

Portanto, a embolia se dá no momento em que um êmbolo chaga a um vaso de diâmetro inferior ao seu e o deixa obstruído. Isso faz com que haja uma interrupção da circulação de sangue em alguma área do corpo.

É o que acontece, por exemplo, no caso do acidente vascular cerebral, o AVC, ou no caso da embolia pulmonar.

Entretanto, vale alertar que nem todos os êmbolos são coágulos sanguíneos. Além dos coágulos sanguíneos, considera-se que três tipos fundamentais de êmbolos:

  1. Sólidos
  2. Líquidos
  3. Gasosos

Os êmbolos sólidos são constituídos por fragmentos de tecidos mortos, aglomerados bacterianos ou fragmentos ósseos procedentes de fraturas.

Por outro lado, os êmbolos líquidos são formados por gotículas de gordura desprendidas, por fratura da medula óssea ou por óleos introduzidos acidentalmente nos vasos sanguíneos por injeções intramusculares.

Já os êmbolos gasosos são constituídos geralmente por ar introduzido na corrente circulatória através de um traumatismo numa veia de diâmetro considerável.

Portanto, e como você pode perceber, trombose e embolia, embora tenham relação, não são as mesmas coisas.

Vale também lembrar que a melhor forma de diagnosticar a trombose e impedir a embolia é consultar um médico, que poderá fazer os exames necessários!

Curtiu este artigo? Deixe seu comentário aqui embaixo!

E-book Disfunção Erétil 468x60px

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here