O que é o HPV e porque você deve se preocupar

0
205
o hpv

O HPV está, sem dúvida, entre as principais doenças sexualmente transmissíveis, mais conhecidas como DSTs.

No caso do HPV, sua fama se deve principalmente ao seu grau de contágio, que a torna umas das DSTs mais comuns.

Mas, você sabe o que é o HPV?

Saiba mais: Você sabe quais são as principais DSTs?

O que é o HPV?

HPV é uma sigla em inglês para designar o Papilomavírus Humano (Human Papiloma Virus). O mais interessante sobre esta DST é que o papilomavírus humano não é apenas um vírus, mas uma família.

Existem em torno de 150 tipos diferentes de HPV, que podem infectar a pele ou as mucosas causando verrugas na área contagiada. O que muitas pessoas não sabem é que nem todas as versões do vírus são necessariamente transmitidas sexualmente.

Saiba mais: Sintomas e prevenção da Gonorreia!

Na verdade, apenas 40 tipos do vírus HPV podem infectar o trato genital. Em muitos casos as áreas contagiadas são mãos, pés ou boca.

Entretanto, nos casos em que ela atinge as regiões genitais – pênis, vulva, vagina, ânus e orofaringe -, a coisa se torna um pouco mais complicada…

Você pode gostar: Você já falhou na hora H? Saiba o que pode ser!

Por o HPV é assunto sério?

Lembra daquele total de 40 tipos de HPV que podem atingir a região genital? Pois é, deste total, cerca de 12 são de alto risco.

10 mitos e verdades sobre a Disfunção ErétilIsso quer dizer que além das verrugas, eles podem provocar cânceres no colo do útero, vulva, vagina, pênis, ânus e orofaringe.

Atualmente o HPV é a principal doença viral transmitida sexualmente. Ele está envolvido em praticamente todos os casos desse tumor.

Vale lembrar que 8 a cada 10 mulheres sexualmente ativas contraem pelo menos um tipo do papilomavírus humano ao longo da vida.

Saiba mais: Será que é possível prevenir o câncer de mama?

Como é a Transmissão do HPV?

O HPV é, sem dúvida alguma, altamente contagioso, sendo possível infectar-se com uma única exposição. A transmissão do HPV se dá por contato direto com a pele ou com a mucosa infectada.

A verdade é que a infectividade do HPV é extremamente alta: 60% dos parceiros de pessoas infectadas adquirem o vírus após um único contato sexual.

A forma de transmissão mais comum é durante o sexo, podendo ser via contato oral-genital, genital-genital ou mesmo manual-genital. Isso quer dizer que, na prática, o contágio com o HPV pode ocorrer mesmo quando não há penetração vaginal ou anal.

Outra forma de transmissão comum é da mãe para o filho durante o trabalho de parto, ou ainda por meio de contato com a mão.

A partir daí, o vírus se instala no interior de uma célula da vagina ou da vulva para conseguir sobreviver. Pode ficar ali, em estado latente, sem causar nenhum sintoma, ou então provocar lesões.

Os sinais mais característicos são pequenas verrugas que surgem na região dos lábios genitais. Às vezes, ocasiona coceira, corrimento e ardência, além de dor ou desconforto nas relações sexuais.

Você pode gostar:  Como identificar o vírus HPV?

O que você achou deste artigo? Deixe seu comentário aqui pra gente!

E-book Disfunção Erétil 468x60px

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here